13 junho 2009

Almas gêmeas

Um tema recorrente nos corações de todos é o da existência de almas gêmeas, ou seja, espíritos cuja união seria perfeita, ‘foram feitos um para o outro’ como se diz popularmente. Mas, dentro do paradigma espírita, é possível isso?
Primeiramente precisamos considerar que não existem privilégios na criação, todos fomos ‘criados simples e ignorantes’, que com o cadinho da experiência adquirimos conhecimentos e aperfeiçoamos nossa moral. O fato de haverem dois espíritos com destino de se encontrarem vai contra esse princípio e negaria totalmente a premissa de nosso livre-arbítrio. Dentro da Codificação, encontramos algumas perguntas de Kardec a esse respeito no Livro dos Espíritos:


Questão 298. As almas que devam unir-se estão, desde suas origens, predestinadas a essa união e cada um de nós tem, nalguma parte do Universo, sua metade, a que fatalmente um dia se reunirá? “Não; não há união particular e fatal, de duas almas. A união que há é a de todos os Espíritos, mas em graus diversos, segundo a categoria que ocupam, isto é, segundo a perfeição que tenham adquirido. Quanto mais perfeitos, tanto mais unidos. Da discórdia nascem todos os males dos humanos; da concórdia resulta a completa felicidade.”


299. Em que sentido se deve entender a palavra metade, de que alguns Espíritos se servem para designar os Espíritos simpáticos? “A expressão é inexata. Se um Espírito fosse a metade de outro, separados os dois, estariam ambos incompletos.”


300. Se dois Espíritos perfeitamente simpáticos se reunirem, estarão unidos para todo o sempre, ou poderão separar-se e unir-se a outros Espíritos? “Todos os Espíritos estão reciprocamente unidos. Falo dos que atingiram a perfeição. Nas esferas inferiores, desde que um Espírito se eleva, já não simpatiza, como dantes, com os que lhe ficaram abaixo.”


301. Dois Espíritos simpáticos são complemento um do outro, ou a simpatia entre eles existente é resultado de identidade perfeita? “A simpatia que atrai um Espírito para outro resulta da perfeita concordância de seus pendores e instintos. Se um tivesse que completar o outro, perderia a sua individualidade.”


Grande polêmica se faz acerca da teoria das almas gêmeas por conta do texto de Emmanuel sobre o assunto contido no livro “O Consolador”, em que o Benfeitor considera quando indagado sobre tal teorização:


“No sagrado mistério da vida, cada coração possui no Infinito a alma gêmea da sua, companheira divina para a viagem à gloriosa imortalidade. Criadas umas para as outras, as almas gêmeas se buscam, sempre que separadas. A união perene é-lhes a aspiração suprema e indefinível. Milhares de seres, se transviados no crime ou na inconsciência, experimentaram a separação das almas que os sustentam, como a provação mais ríspida e dolorosa, e, no drama das existências mais obscuras, vemos sempre a atração eterna das almas que se amam mais intimamente, envolvendo umas para as outras num turbilhão de ansiedades angustiosas; atração que é superior a todas as expressões convencionais da vida terrestre. Quando se encontram no acervo real para os seus corações – a da ventura de sua união pela qual não trocariam todos os impérios do mundo, e a única amargura que lhes empana a alegria é a perspectiva de uma nova separação pela morte, perspectiva essa que a luz da Nova Revelação veio dissipar, descerrando para todos os espíritos, amantes do bem e da verdade, os horizontes eternos da vida”


Note-se que Emmanuel não contradiz Kardec como alguns forçosamente querem crer. Antes, traça um belo panorama do que o amor, em se tratando de almas afins, que pelejam longos séculos, milênios talvez, juntas, em compromissos ora dolorosos ora sublimes, pode fazer, transformando os seres, que passam a se amparar e galgar juntos seu caminho de ascensão. Não trata, em nenhum momento, das almas gêmeas como metades eternas, mas sim como criaturas cuja perfeita sintonia de pendores as faz credoras de um amor recíproco que atravessa as maiores barreiras, passando a impressão de serem feitas mesmo uma para a outra, tamanha identidade de pensamentos. Não vemos portanto qualquer incongruência entre os textos, já que todos contamos para nossa felicidade com espíritos simpáticos e amorosos devotados a nós em todos os níveis de nossa existência.


Diante disso, munidos no melhor sentimento fraterno, postamos abaixo o belo poema escrito por Emmanuel quando de sua reencarnação em Roma a sua esposa Lívia. A bela imagem das almas gêmeas, entendidas no âmbito das simpatias e dos laços que se perdem nas noites do tempo, continua sendo fonte inspiradora a todos que amam e a todos que querem reaprender a amar....

Alma gêmea da minhalma, Flor de luz da minha vida,
Sublime estrela caída Das belezas da amplidão!...
Quando eu errava no mundo, Triste e só, no meu caminho,
Chegaste, devagarinho, E encheste-me o coração.
Vinhas na bênção dos deuses, Na divina claridade,
Tecer-me a felicidade Em sorrisos de esplendor!...
És meu tesouro infinito, Juro-te eterna aliança,
Porque sou tua esperança, Como és todo o meu amor!
Alma gêmea da minhalma, Se eu te perder, algum dia,
Serei a escura agonia Da saudade nos seus véus...
Se um dia me abandonares, Luz terna dos meus amores,
Hei de esperar-te, entre as flores Da claridade dos céus...

Poema extraído do livro “Há dois mil anos”, dedicado por Públio Lentulus (reencarnação anterior de Emmanuel em Roma) a sua esposa Lívia

15 comentários:

  1. Que texto lindu Julio, gostei do que vc escreveu.
    obrigada por mais esse conhecimento

    ResponderExcluir
  2. estou confusa...alma gemea é bom ou ruim!!!vc saber quem é sua alma gemea nao significa ter um relacionamento amoroso com ele?

    ResponderExcluir
  3. Alma gêmea é uma metáfora para espíritos cujos ideais são tão afins que parecem ter sido criados um para o outro... Logo não se deve interpretar de forma literal o termo. O que importa é o amor e a harmonia para que o casal consiga viver bem e elevar-se, não devemos nos preocupar em tentar identificar amores do passado mas sim nos esforçar para não errarmos novamente no presente com pessoas que entragam seu carinho e amor em nosso favor. Júlio

    ResponderExcluir
  4. Nossa, parabéns pelo texto, nunca vi ninguém abordar esse assunto com tamanha maestria.

    ResponderExcluir
  5. Sabe, em minha adolescência tive um namorado e quando estava com ele era tudo mágico, mas nossa imaturidade nos separou. Hoje passado 30 anos aindo o amo e sei que este amor é eterno e sinto que apesar de estamos longe um do outro, termos nossas famílias, quando nos encontramos sinto isso nos olhos dele também. fico feliz em saber que ele está bem e espero em Deus ter a chance de encontrá-lo em uma nova encarnação para vivermos este amor.

    ResponderExcluir
  6. Aguém poderia me responder? No último dia 8 de maio, vi a foto de um rapaz na tv que morreu em um acidente, ele era aqui da minha cidade nunca o vi antes, mas desde o dia não consigo parar de pensar nele, uma dor tomou cona do meu coração como se eu tivesse perdido alguém próximo, eu passo o dia olhando a foto dele e procurando informações. Sera que eu o conheci em outra vida, eu tenho 30 anos e nunca amei ninguém, já tive namorados, mas amor não e ele também tinha 32 anos e era solteiro, sera que era para termos nos encontrado nesta vida, mas não foi possível?

    ResponderExcluir
  7. acredito no amor. mas acho q não sei mais amar...
    Fui casada com o amor da minha vida. imagina no meio de tanta gente nesse mundo, vc encontrar a pessoa q vc pediu a Deus.
    cheio de defeitos e qualidades, mas no qual vc via transbordar em seus olhos o amor q sentia por vc...
    eu encontrei.
    mas éramos muito insensatos, imaturos. ele, machista... e eu,feminista e ignorante demais... não tive sabedoria...
    e ele me deixou.
    mas nunca deixamos de nos amar.
    e sofremos, pois seguimos nosso rumo. caminhamos por estradas opostas, mas nossos sentimentos nos une. na dor da separação. não conseguimos superar.
    hoje ele me perguntou se nossas almas estão ligadas. não sei responder. será q é isso? pq esse amor insiste? é muito difícil.



    ResponderExcluir
  8. Confesso ter caído em lágrimas ao ler o texto. Primeiramente porque no começo dá a entender que Almas Gêmeas não existem. Para mim isso é considerado um terror, pois não tem um dia que não espero meu parceiro. É louco eu sei, mas sinto que falta este alguém. Não consigo sentir tamanho sentimento por nenhum qualquer outro, apenas este que não sei quem é. Li os comentários e fiquei feliz pelo amor das almas afins ditos acima. Sinceramente não considero privilégio tal amor, mas digo que somos capazes de amar de uma forma tão ampla e diversificada muitos irmãos. Talvez ainda não tenhamos certeza de tal assunto mas acredito que algo especial rege tais relações.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois eu sinto firmeza é no texto de Emmanuel, Almas Gêmeas existem sim, do jeito que ele escreveu. O texto é bem claro indicando que existe uma outra Alma que é seu complemento. Além disso, e exatamente por isso, já tive experiências mais de uma vez de encontro com minha Alma Gêmea em sonhos. Experiências que só quem tem pode julgar. Enfim, cada um sabe de si, pode ler e interpretar por si, e usar sua intuição.Até prova pessoal em contrário, o texto de Emmanuel é o que descreve perfeitamente o que senti ! Abraço a Todos.

      Excluir
  9. Tenho apenas 18 anos e tenho um relacionamento de 3 anos, entre indas e vindas nao conseguimos ficar longe um do outro, nos conhecemos desde criancas e sempre tivemos afinidade, vivemos nos afastando por imaturidade de ambos, mas algo sempre aproxima a gente novamente. Acho estranho, mas n consigo imaginar minha vida sem ele.

    ResponderExcluir
  10. Conheci o grande amor da minha vida, quando tinha 20 anos. No primeiro dia que o vi, senti como se já o conhecesse e ele também disse ter sentido o mesmo. Foi um encontro mágico. E nunca esqueço da frase de Shekeaspeare que ele me disse naquele dia: "Há mais coisas entre o céu e a terra do que sua vã filosofia poderá explicar". Até neste momento, eu lembro o papel que ele anotou está frase e a sua letra. Teve um dia que me chamou muita atenção, eu estava sentindo tanta saudade dele, e nós não tínhamos combinado de se encontrar. Eu passei o dia todo pensando nele, louca de vontade de vê-lo, eu queria que ele ouvisse meus pensamentos e viesse ao meu encontro. E a noite quando estava na biblioteca da faculdade estudando, derrepente, vejo ele descendo a escada, sorrindo, com aqueles olhos verdes brilhantes. Nos abraçamos e ele me disse que havia pensado em mim todo o tempo e que não conseguiria ficar sem me ver naquele dia. Disse ele, que havia alguma coisa que lhe puxava para mim. Não tenho dúvidas que nós comunicávamos por telepatia. Entre nós, havia um sentimento que não precisava de palavras, o silêncio, falava mais que tudo. Os momentos que passávamos juntos eram tão intensos e marcantes. Se eu parar para pensar, acho que consigo lembrar de cada detalhe de todos os nossos encontros. Ele dizia, que eu lhe trazia muita paz e tranquilidade. Sentíamos que o nosso amor era o porto seguro de nossas vidas. Nosso relacionamento não durou mais que seis meses, não por falta de amor, por outro motivo que não quero explicar aqui. Lembro o que ele disse quando terminamos, "será que nós vamos ter que esperar mais dois mil anos, para nos reencontrarmos e vivermos nosso amor". Chorei por dois anos todos os dias. Hoje estou com 46 anos, Tive outros relacionamentos, me casei, mas nunca o esqueci. Nesse meio tempo, vi ele algumas vezes, mas não voltamos, até 2008, quando ele acabou falecendo tragicamente, uma semana após termos nos visto em um restaurante por acaso, parece que tínhamos que nos despedir. Fiquei até doente naquela época, fui hospitalizada. Ele continua vivo dentro do meu coração. Não passa muito tempo sem eu lembrar dele. Tenho certeza que ele é a minha alma gêmea. E como ele disse, vamos nos reencontrar em outra vida, e com certeza, Deus vai nos abençoar e poderemos viver esse grande amor, o que não pode acontecer nesta vida.

    ResponderExcluir
  11. me ajude a entender eu fui casa a 17 anos vivi nesse 17 anos .em um casamento cheio de brigas, e preconceito da parte dos familiares do ex tive 2 filhos deficientes resolvemos separar porque nao dava mais .. acabei conhecendo uma pessoa muito legal que amo muito ele e tudo na minha vida faz tudo pr amim e pelos meus filhos quando agente se conheceu doi s de 2 meses de namoro minha mae ficou doente , enesse tempo o pai do meu namorado fraturou o femur , e estava no quarto recuperando dai ele contraiu peneumonia , e na mesma epoca minha mae se encontrava mal tbm em um hospital ela teve derrame o pai do meu namorado veio a falecer em um domingo e minha mae dois dias depois foi so eu encontrar essa pessoa aconteceu tudo isso ate hoje nao consigo entender o porque nossos pais falecerao tao rapido alguem que entenda me explique por favor meu imail e marlylilaf1@hotmail.com abraços

    ResponderExcluir
  12. Se não existe almas gêmeas não sei explicar o amor que sinto pelo homem que me casei em menos de 2mês.Eu trabalhava em um hospital ha 6anos e quando sai de lá ele entrou para trabalhar lá e um belo dia fui fazer uma visita nesse hospital e ele me viu e em uma troca de olhares algo muito forte aconteceu entre nós ele não era da minha cidade tinha vindo trabalhar aqui e tudo foi levando a nossa aproximação até descobrir que estavamos trabalhando no mesmo local novamente, então foi tudo tão mágico que nem eu mesma sei detalhar a intensidade que tudo aconteceu´. Só sei que meu pai estava doente e ele cuidou do meu pai e pediu minha mão em casamento 1dia antes do meu pai vir a falecer. Nos casamos em menos de 2 meses de relacionamento.Parecia que algo iria nos separar a qualquer momento sem motivo algum, por isso viviamos intensamente todos os dias e no dia 09 de dezembro na minha festa de formatura parecia que era uma despedida dançamos a valsa e nos amamos muito ele chorou dizendo que me amava e que não suportaria viver longe de mim e um sentimento de medo e dor invadiu meu coração mas não disse nada para ele e encorajei dizendo que eu jamais o deixaria pq o amava muito.Mas no dia 27de dezembro tivemos uma discursão sem motivo, devido a ciúmes fantasiosos que ele começou a ter e me afastei naquele dia fui pra casa de minha irmã, minha irmã recebeu um telefonema dele dizendo que eu havia me separado dele e ele não suportaria minha ausência e antes de desligar o telefone deu um tiro no próprio coração minha irmã começou a gritar mas sem saber o que havia acontecido naquele momento eu senti uma dor intensa no peito e sai enlouquecida em direção a minha casa, mas era tarde demais,Não posso colocar em palavras o sentimento de perda e dor que sinto até hoje após 8anos, ja tenho uma outra história, Deus me deu uma familia linda, mas ainda busco respostas e ele foi e sempre será meu grande amor.

    ResponderExcluir
  13. Parece que esses encontros são sempre marcados pela separação,talvez por que aqui na terra não seja um local de felicidade plena e talvez por que nós que tivemos o privilégio de encontrar nossas almas gêmeas temos muito o que resgatar das nossas faltas de vidas passadas mas temos que tentar não esquecer que apesar de todo sofrimento haverá um encontro ,quando tivermos adiquirido a sabedoria necessária para compreendermos a magnitude de tal sentimento que vai muito além do amor terreno de desejo carnal mas muito mais de paz , compreensão e renuncia.

    ResponderExcluir
  14. PERGUNTA:
    POR QUE AS VEZES SINTO QUANDO ELE ESÁ EM APUROS ,OU SONHO OU OUÇO A VOZ QUANDO ELE VAI CHEGAR SEM AO MENOS SABER Q ELE VAI CHEGAR ?UMA VEZ ELE SONHOU COMIGO,ACORDOU E ME LIGOU EU ESTAVA DORMINDO E SONHANDO COM ELE ,ESTAVAMOS EM CIDADES DIFERENTES E EM HORÁRIOS QUE AGENTE NÃO COSTUMA DORMIR.ALGUÉM TEM UMA EXPLICAÇÃO?

    ResponderExcluir

Amigo visitante, fique a vontade para deixar seu comentário, seu retorno é muito importante para nós e também aos outros leitores, é sempre bom compartilhar conhecimentos.
A única coisa que pedimos é que seja mantido o respeito mútuo, comentários com teor ofensivo, a quem quer que seja, não serão tolerados.
Muito obrigado por sua visita.